‘Vogue – A Edição de Setembro’ revela os bastidores da maior revista americana

Moda não é olhar para trás e sim para frente.

Para quem é jornalista, produtor, stylist, estudante de moda, ou apenas se interessa pelo assunto, o documentário ‘Vogue: A edição de setembro’ vai cair como uma luva de pelica. Mas se a sua moda não é curtir o que é tendência, pare de ler esse texto e nem perca seu tempo assistindo o longa dirigido por R.J. Cutler. ‘Vogue’ mostra os bastidores da edição de setembro de 2007 da revista norte-americana mais glamurosa. A edição de 2007 foi produzida com nove meses de antecedência e continua sendo a maior até hoje, pensando quatro quilos, 800 páginas, 13 milhões de cópias vendias, causando um impacto de U$300 bilhões de dólares na indústria da moda mundial.

Por trás da correria para o fechamento da edição mais aguardada do ano, das plumas e do óculos escuros está Anna Wintour  no cargo de editora chefe desde 1988. Quem assistiu ‘O Diabo Veste Prada’ e conheceu a víbora Miranda Priestly, interpretada pela atriz Meryl Streep, não vai se surpreender com a frieza com que a editora trata seus companheiros de trabalho, incluindo Grece Coddington, editora artística da publicação, com quem trabalha junto, milagrosamente, há 20 anos. O que Anna tem de fria, Grace, por outro lado, tem de sensível. Mesmo há duas décadas ao lado de Anna, a editora artística ainda consegue ficar chateada quando alguma foto de sua produção é excluída. Aliás, ela nem parece que trabalha com moda. Uma mulher de quase 70 anos, com roupas largas com um aspecto relaxado e cabelo desgrenhado, no entanto, sua visão de como os editoriais devem ser montados, como as fotos devem ser produzidas e principalmente quais roupas devem fazer parte de uma produção, mostram que Grace é muito mais do que uma editora de moda e sim uma verdadeira artista.

Durante os 88 minutos de documentário, Cutler ainda nos revela aos bastidores do Fashion Week, ensaios fotográficos pela Europa, além de reuniões sigilosas, mas tudo com o consentimento de Wintour, que nunca permitiu que alguém fiscalizasse o funcionamento interno da revista. Até agora. Apesar de sua frieza, R.J. conseguiu criar um documentário sensível, humanizando a editora e mostrando até momentos íntimos com sua filha. O documentário foi feito com a intenção de mostrar como se faz uma revista de moda, então não espere ver tudo o que acontece em uma redação, como reunião de pautas e fechamento de matérias, a edição de textos não é sequer comentada. Porém, conforme a edição é montada fica bem claro de quem é a última palavra.

Vogue – A Edição de Setembro (The September Issue)
de R.J. Cutler. Estados Unidos, 2009. 88 min.

Assista ao trailer: